Menu
Menu

Comprou um usado? Confira se ele ainda está na garantia

29 de dezembro de 2016 / Manutenção

Buscar a concessionária da marca para que o carro passe por um serviço de saneamento pode reduzir o consumo de combustível, trazer melhorias aos equipamentos eletrônicos do veículo e a prevenção de desgastes prematuros de peças.

Fabricantes de carros passaram a oferecer longas garantias para zero quilômetro, que podem chegar a seis anos. Os modelos beneficiados se tornam cada vez mais comuns no mercado de usados, adquirindo inclusive uma valorização pela “sobra” de garantia de fábrica. Se comprou um usado, uma visita à concessionária da marca para uma revisão pode dizer se o modelo ainda conta com o benefício.

Isso porque, mesmo que o carro seja vendido, a garantia da montadora permanece pelo tempo que foi acordado na venda. Se um carro tiver três anos de garantia, por exemplo, e for vendido com um ano de uso, o novo proprietário continua contando com a garantia por dois anos. A garantia segue válida porque está vinculada ao carro, e não ao proprietário dele.

“A visita à concessionária também permite que o veículo passe pelo processo de saneamento para que, caso seja necessário, haja uma atualização de peças e software do sistema de bordo”, explica o gerente da concessionária Vitória Motors Mercedes-Benz, Márcio Lessa. O serviço de saneamento também inclui ações para melhorias de peças, ajustes nas válvulas que podem reduzir o consumo de combustível e aprimoramento dos sistemas mecânicos do carro.

Para que a garantia de fábrica não tenha sido perdida, o dono anterior deve ter realizado todas as revisões obrigatórias na autorizada da marca, e sempre dentro dos prazos estipulados pela montadora. Modificações feitas por conta podem cancelar a garantia de fábrica: mexer no sistema de som, no motor e na suspensão pode dar problema. Até o óleo deve ser trocado no prazo indicado pela montadora.

“Os dados sobre as revisões podem ser conferidos no manual do proprietário, mas a consulta ao fabricante é a forma mais segura de obter as informações completas”, conta Lessa. No caso de usados sem a cobertura de fábrica, a lei obriga ao vendedor dar garantia de três meses para motor e câmbio de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

Comente